Depois da (até prova em contrário) jovem Caster Semenya ter ganho ontem categoricamente a final feminina dos 800 mtrs, estoirou a polémica em torno de comprovar o sexo da atleta . Devido às características físicas pouco femininas da sul-africana de 18 anos e principalmente à sua ascensão meteórica na prova (a até há pouco tempo desconhecida Caster registou na final de Berlim a melhor marca mundial de 2009, ao concluir a prova em 1.55,45 minutos, muito próxima de bater o recorde mundial!!!) levou a IAAF a ordenar um teste para determinar o género sexual da atleta.

As dúvidas em relação ao sexo de atletas participantes em grandes competições internacionais não são propriamente novidade.
Ironicamente, neste mesmo estádio onde decorrem agora os Mundiais de Atletismo, durante os famosos Jogos Olímpicos de Berlim de 1936 (aqueles em que Jesse Owens humilhou a infernal máquina propagandística Nazi ganhando quatro medalhas de ouro), muito antes de existirem testes para verificação de género, instituídos a partir de 1966, Dora Ratjen competiu no concurso feminino do salto em altura vindo mais tarde a saber-se que era de facto um homem, obrigado pelos Nazis a dissimular o seu sexo.

São também tristemente célebres os casos de doping na RDA (Alemanha de Leste); a título de exemplo, recordo o de Heidi Krieger, lançadora do peso da década de 80, que, devido ao uso continuado de esteróides, viria a contrair irreversíveis características masculinas (voz mais grave, pêlos faciais, feições mais masculinas), não tendo outra opção senão mudar cirurgicamente de sexo (e de nome para Andreas) , já em finais dos anos 9o.

No caso actual de Semenya, quer tratando-se de mera androginia, quer de mais complexo hermafroditismo (como já veiculam alguns órgãos de comunicação social), a confusão está instalada e promete fazer correr "rios de tinta" nas próximas semanas.

A pouca (ou nenhuma!!!) simpatia da atleta não abonará também a seu favor, pelo menos no que à opinião pública diz respeito. Mas isso são contas de outro rosário.


Comments (10)

On August 20, 2009 at 5:00 PM , Jorge said...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
-o--oO--(_)--Ooo-
Amigo Guy boa tarde agradeço pelo contato por email, muito bom o seu blog parabéns, já estou seguindo ele e sempre que puder estarei vendo aqui as novidades, muito bom lembrado aqui sobre os casos das mulheres atletas que parecem até homens, realmente tem umas que parecem mesmo, será que elas tomam hormônios ou coisas parecidas, também eu repudio esses atletas que não tem vergonha na cara e ficam se dopando.
Muito bom essa sua iniciativa de postar variadades aqui no seu blog.
Desejo a vc tudo de bom e bons treinos.
Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

 
On August 20, 2009 at 5:19 PM , Anonymous said...

Esta temática é controversa...chego a ter pena da moça/o que vê a figura dela/e a ser exposta desta maneira. Entao e se ela/e for mesmo rapariga? chega a ser humilhante...entao e se ela/e for rapaz sem saber? também é complicado...
Ficamos à espera que exponhas no blog o encerrar do capítulo e os resultados de toda a polémica.
Ass. Falância do kirikiri

 
On August 20, 2009 at 5:38 PM , Guy de Maupassant said...


Jorge:

Muito me honra a sua visita!!! Valeu!!!

Também sigo o seu blogue e fiquei muito sensibilizado ao saber que um grupo de amigos seus bolou a grana para você participar na II Ultramaratona Rio 24h - Fuzileiros Navais.
Amigos assim são para toda a vida!!!
Boa sorte nas suas corridas!!!

 
On August 20, 2009 at 5:40 PM , Guy de Maupassant said...


Falância,

Darei aqui conta do desenlace deste assunto assim que oportuno.

Obrigado pela visita e volta sempre.

 
On August 20, 2009 at 10:21 PM , Alien said...

Existem inumeros casos na história do atletismo relacionados. A própria 2ª classificada dos 800 metros (janeth kepskogei) tambem ela recebeu algumas desconfianças quando apareceu no circuito mundial. A campeã olimpica em Pequim, idem, (pamela jelimo) que foi eliminada nas preliminares deste mundial (não confundir com outros preliminares). O caso mais flagrante continua a ser o da actual recordista dos 800 (jarmila kratochvilova). Nunca se provou se a dita rapariga possuia ou não os dois sexos. É curioso que é precisamente nos 800 metros que se colocam quase sempre estas desconfianças, talvez por ser uma prova que combina a resistência com a força e a maior parte delas serem autenticas bestas ambulantes. Para consultar a fisionomia e a história de cada uma delas basta copiar o nome das ditas e meter no google. Mas mete só no google porque meter nelas não vale a pena e arriscas-te a ter uma desilusão.

O caso que te falei hoje à tarde é diferente. Trata-se da alemã Yvonne Buschbaum, saltadora com a vara. A vara atlética, claro está!

http://en.wikipedia.org/wiki/Balian_Buschbaum

Como podes conferir nesse endereço, actualmente chama-se Balian Buschbaum e deixou obviamente de competir porque diz ela (ou ele) que nunca se sentiu bem com o corpo que Deus lhe deu e vai daí toca a mudar de orgão.

O que é certo é que sendo homens ou não, não é com arroz e costeletas de porco que elas fazem estas marcas. Eu tenho 1,58,30 aos 800 e sei bem o doping que tomei para fazer isso. Foi cá uma bezana que até vi hipopótamos a planar na abóboda terrestre durante uma meia hora.

Quando quiseres ir fazer uma escalada de bike avisa que é para aviar outro igual

 
On August 21, 2009 at 11:25 AM , Guy de Maupassant said...


Alien,

Para quando um cantinho teu aqui na blogosfera?

(bem sei que, entre treinos e namorada, o tempo escasseia mas tens todos os ingredientes para fazer uma coisa gira; pelo menos humor não te falta!)

Fica aqui lançado oficialmente o repto (não confundir com recto ou rapto - com esta história do acordo ortográfico nunca se sabe!!!)

Quanto à escalada ciclística é só marcar.

Abraço
RM

 
On August 21, 2009 at 6:11 PM , Fernando Andrade. said...

Caro Guy
Obrigado pelo seu comentário no cidadão que me permitiu vir aqui ver a abordagem do assunto de uma forma bem mais aprofundada. Concordo que a pobre da rapariga para além de ficar mal em todas as fotografias (eheheh) também não consegue expressar um sorrizinho que seja, daí o seu ar antipático. E o que dizer do seu andar ? É, de facto, tipicamente, macho!
Mas terá sido preciso chegar à final dos mundiais, para se apereceberem que o caso poderia suscitar dúvidas? Custa-me a crer que as tais dúvidas não tivesse sido esclarecidas atempadamente pelas autoridades da África do Sul.
Se a questão foi descurada, não é só a rapariga que fica mal na fotografia !
Agora, se se trata mesmo de uma rapariga, é uma grande maldade o que lhe estão a fazer.

 
On August 21, 2009 at 6:54 PM , Fábio Pio Dias said...

Olá "Guy de Maupassant "!

Parabéns pela excelente qualidade de blogue, que passarei a seguir com assuidade.
Além de "posts" interessantes, têm uma escrita simples e suave como o escritor preferido do meu pai.

Relativamente ao "post", fiquei indignado com a IAAF, pela forma como conduziu todo este processo polémico, os comentários/afirmações do porta voz a meu ver foram graves, pois não se trata de um caso de doping ou fraude, porque a investigação não ocorreu antes do apuramento, penso que se não tivesse ganho categoricamente, não estariamos agora a discutir o sexo dos anjos.

Quem poderá imaginar o que se passará na cabeça de uma miúda de apenas 18 anos, que revolta deve ter e toda a humilhação de que esta a passar, e será que um pedido de desculpas, caso os resultados sejam negativos será suficiente?

Um abraço e fique bem!

 
On August 23, 2009 at 10:59 PM , Guy de Maupassant said...


Fábio Pio Dias,

obrigado pela visita e pelos elogios.

Fiquei curioso em saber qual o escritor preferido de seu pai.

Abraço,
RM

 
On August 23, 2009 at 11:53 PM , Fábio Pio Dias said...

Guy de Maupassant é um célebre escritor françês e a ele que refiro-me quando digo que é o preferido do meu pai.

Um abraço!